3.1.09

Literaturas infanto-juvenis

O que define se um livro é ou não para crianças? Quem pode determinar o que uma criança vai gostar ou pode ler? A infância, a adolescência são criações recentes, se pensarmos na idade do nosso mundo... As crianças nem mesmo sabiam que eram crianças eram apenas adultos em miniatura, e adolescência era coisa que não existia, as meninas se casavam logo que menstruavam e os meninos cedo começavam a trabalhar para sustentar famílias.

Sendo assim como explicar a existência de literaturas diferentes? Não sei, espero que a monografia do meu marido no final do ano que vem explique melhor este assunto.

Eu no meu achismo, não acho que tenha diferença nenhuma, se o livro é bom adultos ou crianças vão ler, seja ele com letras grandes e figuras ou com letras miúdas e sem ilustrações.

Aos 11 anos li Xogum, dois volumes com mais de 500 páginas cada um... Ah e no mesmo ano devorei todos os Sidney Sheldon que me caiam em mãos... Não gostava da literatura que era “recomendada” para minha idade, detesto isso de recomendar... Com imposição, como se as crianças só pudessem ler o que os “especialistas” consideram bom para elas.

Sabiam que o livro “A menina que roubava livros” foi lançada em seu país de origem como livro infantil? Aqui foi considerado adulto, ganhando inclusive uma capa bem lúgubre para afastar as crianças que inadvertidamente pudessem o querer ler. Meu filho leu e amou.

O que pensam sobre a literatura infantil?