3.9.04

Na caverna.Ou como odeio conformismo.

Entrei na caverna.Na minha frente restos de um acidente.

" O que aconteceu?"Pergunto
"Quatro corpos em partes."Me respondem

Vejo três cabeças.Nada dos corpos.Rostos bem brancos, olhos oblíquos, cabelos lisos e negros, nenhum fio de cabelo fora do lugar.Parecem dormir.Japonesas.

Vejo braços, pernas, quadril, omoplata, mas onde está a cabeça ao qual pertenciam?
Onde está a cabeça que procuro?

No fim do corredor, uma pequena sala.Um quadrado perfeito, suave iluminação, paredes caiadas.A cabeça. Pele branquíssima, os mesmos olhos oblíquos que dormem serenos.Os cabelos milimetricamente arrumados.

Fora da sala três mulheres velam a cabeça.

Ofereço meus pêsames á primeira delas, ela me agradece e diz;

" Foi Deus quem quis assim."

Ofereço meus pêsames á segunda mulher, ela também me agradece e diz:

" Foi o Destino que quis assim."

Ofereço meu pêsames também á terceira mulher,ela não me agradece,só diz:

" Que merda! "

A esta eu abraço e beijo com imenso amor.