28.2.11

Namore uma menina que lê.

"Namore uma menina que lê. Uma garota que gasta seu dinheiro em livros, em vez de roupas. Que tem problemas de espaço no armário, porque ela tem muitos livros. Uma garota que tem uma lista de livros que quer ler, que tem um cartão de biblioteca desde que ela tinha doze anos.

Encontre uma garota que lê. Você sabe quem é ela, porque ela vai ter sempre um livro na sua bolsa. Ela é a única olhando com amor para as prateleiras da livraria, a única que grita em silêncio quando encontra o livro que ela quer. Você verá a garota estranha cheirar as páginas de um livro antigo em um sebo. Esse é a leitora. Elas nunca resistem cheirar as páginas, especialmente quando elas são amarelas.

Ela é a menina que lê enquanto espera naquele café na rua. Se você der uma olhada em sua caneca, a nata está flutuando em cima do capuccino, porque ela já está meio absorta. Perdida em um mundo contruido pelo autor. Sente-se. Ela pode dar-lhe um olhar bravio, pois a maioria das meninas que lêem não gostam de ser interrompidas. Pergunte a ela se ela gosta do livro.

Compre-lhe outra xícara de café.

Deixe que ela saiba o que realmente pensa de Murakami. Veja se ela já leu o primeiro capítulo da Irmandade. Entenda que se ela diz que compreendeu Ulisses de James Joyce, ela está apenas dizendo isso para soar inteligente. Pergunte se ela ama Alice e se ela gostaria de ser Alice.

É mais fácil namorar uma menina que lê. Dê-lhe livros no seu aniversário, no Natal e em todas as comemorações. Dê-lhe o dom das palavras, na poesia, na música. Dá-lhe Neruda, Sexton Pound, Cummings. Deixe que ela saiba que você entende que as palavras são de amor. Entenda que ela sabe a diferença entre os livros e a realidade, mas por Deus, ela vai tentar fazer sua vida um pouco como seu livro favorito. E será sua culpa se ela faz.

Ela tem que lhe dar um tiro de algum modo.

Minta para ela. Se ela entende sintaxe, ela vai entender sua necessidade de mentir. Atrás de palavras são outras coisas: a motivação, o valor de nuance, o diálogo. Não será o fim do mundo.

Faça-a fracassar. Porque uma garota que lê sabe que o fracasso sempre leva ao clímax. Porque estas meninas entendem que todas as coisas irão até o fim. Que você sempre pode escrever uma sequência. Que você pode começar de novo e de novo e continuar a ser o herói. Que a vida é para ter um vilão ou dois.

Por que ter medo de tudo o que você não é? Meninas que lêem entendem que as pessoas, são como os personagens, se desenvolvem. Exceto na série Crepúsculo.

Se você encontrar uma garota que lê, mantenha-a perto. Quando você encontrá-la às duas horas da madrugada agarrada a um livro no peito e chorando, faça uma xícara de chá e segure-a. Você pode perdê-la por um par de horas, mas ela sempre vai voltar para você. Ela vai falar como se os personagens do livro fossem reais, porque durante algum tempo, eles sempre são.

Você vai pedi-la em casamento em um balão de ar quente. Ou durante um show de rock. Ou muito casualmente na próxima vez que ela ficar doente. Ou no Skype.

Você vai sorrir com tanta força que você não vai saber por que seu coração ainda não estourou e sangrou por todo o seu peito ainda. Você vai escrever a história de sua vida, ter filhos com nomes estranhos e até gosto estranho. Ela vai apresentar os seus filhos para o gato no chapéu e Aslan, talvez no mesmo dia. Você vai andar os invernos de sua velhice juntos e ela vai recitar Keats sob sua respiração, enquanto você sacode a neve das suas botas.

Namore uma menina que lê, porque você merece. Você merece uma garota que pode te dar a vida mais colorida imaginável. Se você só pode dar-lhe a monotonia, e horas obsoletas e propostas meia-boca, então você está melhor sozinho. Se você quer o mundo e os mundos para além dela, namore uma menina que lê.

Ou melhor ainda, manore uma garota que escreve. "

- Rosemary Urquico (via kblitz)

Traduzido daqui: http://lifeisshortbutsweet.tumblr.com/post/3563976759/date-a-girl-who-reads-date-a-girl-who-spends-her